Você já ouviu falar na categoria de trabalho chamada freelancer? Como o próprio nome indica, esse é um tipo de serviço mais leve, sem vínculo empregatício com a empresa e podendo ser uma ótima opção para quem quer um dinheiro extra.

Os “freelas”, como também são chamados, não têm acesso aos direitos trabalhistas. Por isso, muita gente se pergunta se vale mesmo a pena trabalhar na função.

Bem, assim como todas as categorias de emprego, o serviço freelancer vai possuir algumas vantagens e desvantagens.

Vantagens

O serviço de freelancer oferece diversas vantagens bastante atrativas para o trabalhador, começando pela flexibilidade de serviço prestado. Com esse tipo de encargo, o contratado deve prestar um serviço em determinado tempo, mas ele decide se irá atender ao pedido ou não, ou seja, se vai aceitar o trabalho naquele momento.

Uma outra vantagem que você precisa conhecer é a opção de escolher quando você vai trabalhar. Você mesmo pode fazer os seus horários! Muitos freelancers trabalham regulamente durante a semana e pegam serviço extra parra o fim de semana com as empresas que contratam freela.

Como foi mencionado anteriormente, esta categoria de emprego não promove vínculo empregatício entre o contratado e a empresa. O que quer dizer que você não é descontado pelas taxas de serviço do INSS. Você recebe integralmente pelo seu serviço, ou seja, tem acesso ao seu pagamento em valor bruto.

Desvantagens

Ao mesmo tempo em que não possuir vínculo empregatício com a empresa pode ser uma vantagem, também pode ser um aspecto de desvantagem, quando pensamos nos direitos trabalhistas. Você irá receber pelo seu serviço integralmente, mas não terá acesso aos benefícios proporcionados pela Previdência, como o seguro desemprego e a aposentadoria.

Outros direitos como o auxílio-doença, FGTS e o abono salarial também ficam inviáveis, mas esses benefícios não são a única privação do serviço. Isto porque, a experiência como freelancer terá um peso menos impactantes no seu currículo, uma vez que não irá contar com a carteira assinada.

Como você conferiu, existem pontos positivos e negativos para quem quer atuar como freela, que irão depender diretamente dos seus objetivos profissionais. Se você está buscando estabilidade e carreira, esta pode não ser a opção mais vantajosa para você. Mas se você está em busca de uma renda extra, mais tempo livre para focar nos seus projetos e começar a trabalhar logo, aposte na vaga!

Trabalhar como freelancer vale a pena? Entenda